Holambra pelos olhos de uma moradora formada em turismo!

Afinal, Holambra está aberta para visitação?

Nestes tempos malucos, onde decretos estaduais e municipais anunciam o fechamento e reabertura do comércio local o tempo todo, fica a dúvida: afinal, Holambra está aberta para visitação?

Até o Monumento em homenagem ao nosso querido Piet Schoenmaker ganhou uma máscara!

Naturalmente, tudo vai depender da fase que nos encontramos, pois seguimos as orientações do Plano São Paulo de combate ao COVID-19. Este Plano dá autonomia para que prefeitos aumentem as restrições de acordo com os limites estabelecidos pelo Estado. Entretanto, como Holambra não possui hospital, encaminhamos nossos pacientes mais graves à Unicamp (Campinas). Os demais são tratados em nossa Policlínica Municipal, situada na Alameda Maurício de Nassau, 337, Centro. Sendo assim, o que acontece em nossa região, também nos afeta diretamente.

Se você não é de São Paulo e quer saber mais sobre o Plano, segue o link: https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/. Por aqui, você também acompanha os números de casos de COVID em Holambra: https://www.seade.gov.br/coronavirus/#. No campo Dep. Regional de Saúde, basta selecionar “Campinas”, e no campo Município, “Holambra”.

Turistas aproveitando a cidade de maneira segura: sempre de máscara!

E como o turismo está funcionando?

A grande vantagem de Holambra é que nosso município possui uma grande área rural (se comparado à área urbana). Isso também se reflete em nossos atrativos turísticos que, em sua grande maioria, se encontram nestas áreas.

A visita aos campos de flores e aos atrativos rurais é possível de ser feita, pois possuem área aberta, com boa ventilação. É o caso do Bloemen Park, Macena Flores, Rancho da Cachaça, Sítio Joeljer e demais empresas que recebem o passeio turístico. Este, por sua vez, necessita de atenção: o transporte compartilhado de passageiros em carros e vans, deve ser evitado. As agências de receptivo local, que promovem estes passeios, garantem seguir todas as recomendações do Ministério do Turismo, analisando caso a caso como irão proceder.

Lembrando que as mesmas orientações de uso obrigatório de máscara, álcool em gel e evitar aglomerações, da sua cidade, também valem aqui. Mesmo assim, alguns visitantes parecem se esquecer destas regrinhas (por favor, não seja um deles, ok?)

O Bloemen Park tem mais de 20 mil m2, a maior parte, de área aberta.

Para quem vai fazer um ensaio fotográfico, especialmente agora que iniciamos à temporada dos girassóis, a orientação é para o uso de máscara o tempo todo. Ficam liberados apenas aqueles que estiverem sendo fotografados, durante a sessão, e numa distância segura de outras pessoas. Demais participantes do ensaio, como guias, fotógrafos e acompanhantes devem seguir as recomendações gerais.

Atenção redobrada, no entanto, para os demais pontos turísticos. Isso se deve ao fato de reunirem uma grande quantidade de pessoas, muitas vezes, em ambiente fechado.

Durante o ensaio fotográfico é permitida a retirada da máscara apenas para quem está sendo fotografado.

O Moinho Povos Unidos redobrou os cuidados com a higienização de suas instalações, feita repetidamente ao longo do dia. A fila de visitantes fica ao lado de fora, separando os núcleos familiares. A entrada é liberada aos poucos, respeitando o tempo de permanência dentro do estabelecimento, que foi restringida à 60% de sua capacidade normal. Álcool em gel também fica disponível em todos os andares visitados e seu uso é aconselhado. Os moleiros (operadores de moinho) estão impedidos de trabalhar desde o começo da pandemia, por fazerem parte do grupo de risco. O atendimento está sendo feito por monitores, treinados por eles, para garantir que a visitação possa ocorrer com a mesma qualidade de antes. O mesmo acontece no Museu Histórico e Cultural de Holambra.

Aferição de temperatura, álcool em gel e distanciamento garantem a segurança dos visitantes no Moinho.

Os espaços públicos, como a rua dos guarda-chuvas (Al. Maurício de Nassau, em frente ao Parque da Expoflora), a Praça Bentão, em frente à Prefeitura, o Deck do Amor e o Parque Van Gogh, também merecem atenção especial. Devido à alta demanda, acabam concentrando um grande número de pessoas. Para aqueles que querem evitar aglomerações, recomendamos que os visitantes que tiverem disponibilidade, procurem Holambra para visitar ao longo da semana, quando está tudo mais tranquilo por aqui. Para aqueles que não têm esta opção, a dica é chegar cedo. Entre às 7h e às 9:30h da manhã, o volume de pessoas é consideravelmente menor – garantindo, além de maior segurança aos visitantes, fotos mais bonitas. Fica ainda o alerta para os nossos turistas: a rua não está sendo fechada para os carros, portanto, atenção redobrada na travessia, ok?

Deck do Amor, no amanhecer de um dia frio de inverno.

Nos restaurantes, os protocolos de higienização estão sendo seguidos rigorosamente. Segundo os proprietários destes estabelecimentos, o setor de alimentos e bebidas foi um dos mais afetados pela Pandemia em Holambra, sendo impedidos de abrir suas portas por mais de quatro meses. Quando a liberação para funcionar chegou e, temendo um novo fechamento, as orientações foram (e estão sendo) seguidas à risca. Com a capacidade reduzida para 60%, higienização das mesas e demais protocolos, o atendimento tem sido feito com segurança, tanto para funcionários como para os clientes. O mesmo vale para todos os demais estabelecimentos da cidade, assim como os hotéis.

As floriculturas estão funcionando normalmente pois, são consideradas serviços essenciais. Sim, nossa cidade vive do comércio de flores, sendo responsável por 45% de tudo o que é vendido no Brasil. É por isso que somos conhecidos como a Cidade das Flores!

Todos os cuidados sendo tomados no atendimento em bares e restaurantes.

Se você está pensando em vir para Holambra nos próximos meses, sugiro que siga as seguintes recomendações:

  • Se puder, visite Holambra durante a semana, quando o movimento é menos intenso.
  • Entre em contato com as empresas que deseja conhecer com antecedência, perguntando sobre suas recomendações específicas. Verifique também se estarão abertas no dia de sua viagem.
  • Use máscara, álcool em gel e evite aglomerações. Você já está cansado de ouvir isso, mas não custa lembrar.

Estamos tomando todos os cuidados necessários para o turismo em Holambra possa voltar com segurança. Para isso, contamos com a sua colaboração!

Em minhas redes sociais você fica sabendo o que mais está rolando por aqui. Fique ligado! E se tiver dúvidas, entre em contato comigo! É só deixar nos comentários abaixo.

Bom passeio! 🙂

Afinal, Holambra está aberta para visitação?

Curtiu? Então compartilhe!

Share on facebook
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Ivonne de Wit

Ivonne de Wit

Idealizadora do Portal de Holambra, o mais completo e atualizado portal de informações turísticas de Holambra. É nascida em Holambra e descendente de holandeses. Formada em turismo, atua na área desde 2002. Leia mais sobre a autora...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar...